sexta-feira, 18 de junho de 2010

E na outra noite, ele falou assim...



Quando acariciei o teu dorso,
Campo de trigo dourado,
Minha mão ficou pequena,
Como uma flor de açucena
Que delicada desmaia
Sob o peso do orvalho.
Mas meu coração cresceu
E cantou como um menino
Deslumbrado pelo brilho
Estrelado dos teus olhos.

[citando, Thiago de Mello]


Depois, ele cantou pra eu dormir...
http://www.youtube.com/watch?v=YyP_45iz11o


Thiago Pethit canta, FUGA

*

4 comentários:

Karla Thayse disse...

Lindo...
Tenha um final de semana de luz!
Beijoo

Renata Bezerra disse...

O que seria dos nossos dias sem poesia?

Beijo.

thie disse...

nossa, que lindo... delicado como todo o universo que esse blog construiu...

thie disse...

nossa, que lindo... delicado como todo o universo que esse blog construiu...