sexta-feira, 9 de julho de 2010

E na outra noite, ele falou assim...



Beijo pouco
Falo menos ainda
Mas invento palavras
Que traduzem a ternura
Mais funda e mais cotidiana.
Inventei, por exemplo, o verbo
TE ADORAR.
Intransitivo.
Te adoro te adorar.

[citando, Manuel Bandeira]


Depois, ele cantou pra eu dormir
http://www.youtube.com/watch?v=5YXVMCHG-Nk


Damien Rice canta, The Blower's Daughter


*

Um comentário:

Crônicas do Cotidiano disse...

Te adoro... Te adorar! Até o ponto de devorar por inteiro o desejo de amar...
Lindoooo e bjaumm!